06/08/2011

Deleite fotográfico na Vila Madalena (pt)

 
 
 

Passar horas no trânsito para atravessar a cidade e comparecer a vernissage de outros fotógrafos pode parecer loucura mas a verdade é que me renova. E possivelmente o faz para outros fotógrafos. Ver como outros olham a mesma cena nos desperta, nos ensina a perceber que há tantas outras maneiras que você poderia ter usado para fazer a mesma coisa- mas não o fez- te faz pensar ainda em outras soluções, outras maneiras de abordar o mesmo tema e até mesmo de como usar outras midias.

Outra noite eu visitei uma exposição de 17 fotógrafos. Alguns abordam os temas de maneira muito semelhante a minha. Outros viajaram para o outro lado de seu cérebro para expressar seus pontos de vista. Eu falo da exposição “UMA COISA SÃO DUAS” na Galeria Impar, curadoria de Eder Chiodetto. A casa estava tão lotada que vc tinha que pedir para a pessoa sair para vc ver os trabalhos na parede. Com boa razão.
Tres trabalhos realmente se destacam. O primeiro é uma colagem fotográfica de partes de corpo e elementos arquitetônicos por Jaacqueline Schein- uma maneira diferente de montar a colagem meio tipo Grete Stern, que efetivamente acorda os receptores sensuais do espectador. O segundo é o trabalho de Oscarlina Bandiera, que trabalha também como instrumentadora cirúrgica. Muitos de seus trabalhos são fotos de cirurgias- algumas difíceis de se adivinhar que são partes de um corpo humano. A foto da mostra, ao contrário, é a foto de uma mão sem pele, ou melhor, a pele está completamente levantada, expondo toda a anatomia dos tendões. É chocante mas você não consegue parar de olhar. A foto está montada numa caixa de luz é quase gritante. Ela incita a dor mas ao mesmo tempo as cores são tão vivas e de uma combinação tão perfeita que quase parece ser de plástico. A terceira por Gabriela Oliveira- minha favorita desta mostra é uma série de três fotos pb de árvores desfolhadas, nuas, e que foram bordadas com fios de seda. De longe parecem uma dupla exposição ou um sanduiche de negativos. Um olhar mais cuidadoso revela a textura produzida pelo bordado delicadíssimo. Três autênticas jóias- só uma de cada! Imperdível!

Galeria Ímpar, Rua Mourato Coelho 1017, Vila Madalena, São Paulo, Brasil. Ph #: 5511-2645-4480. Sept´1st through Oct 7th

 

2 Responses to “Deleite fotográfico na Vila Madalena (pt)”

  1. Enrico Hyppolito says:

    Ester Hamermesz, maravilhosa, Blog ímpar.

  2. Enrico says:

    Uma quarta dimensão, Texto, fotografias, temas,. Entre o triste e o alegre.

Leave a Reply

  • (will not be published)